Empresas de 13 segmentos que se destacam nas iniciativas voltadas à mulher, serão conhecidas durante o Fórum Mulheres na Liderança

A WILL (Women In Leadership In LatinAmerica), organização não-governamental (ONG) internacional que tem como objetivo fomentar a liderança feminina no mercado de trabalho, em parceria com a revista Exame, e o suporte técnico da Fundação Getúlio Vargas-SP, lançam, hoje, o primeiro Guia Exame de Liderança Feminina. A iniciativa resulta na pesquisa mais abrangente já realizada no país,que permitirá identificar as práticas corporativas atuais voltadas à promoção da liderança feminina no Brasil.

“Para nós é uma grande satisfação idealizar esse projeto e poder exaltar as práticas de políticas internas que incentivam e alavancam a carreira das mulheres. Além disso, esse evento nos dá a oportunidade de colocar o tema em pauta e fazer com que outras empresas se preocupem com esse assunto”, diz a advogada Silvia Fazio, diretora-presidente da WILL e sócia-diretora do escritório Norton Rose Fulbright

O primeiro Guia Exame de Liderança Feminina mapeou as práticas voltadas ao empoderamento feminino em empresas de 13 segmentos: alimentos, bens de consumo, consultoria, energia, farmacêutica, instituição financeira, eletroeletrônico, PME, química e petroquímica, serviços especializados, serviços de saúde, tecnologia da informação e telecom e varejo. “Com um trabalho que consumiu meses e exigiu muita dedicação, obtemos um raio X da real situação da mulher no mercado de trabalho em nosso país. Além disso, a iniciativa torna possível identificar o que está sendo feito de inovador sobre o tema em diversos setores, bem como o tanto que ainda há a ser alcançado, de modo que possamos falar em igualdade de gêneros”, diz André Lahóz Mendonça de Barros, diretor editorial do Grupo Exame.

As empresas que mais se destacaram serão premiadas durante o Fórum Mulheres na Liderança, promovido pela WILL e pela revista Exame. O evento, realizado na Câmara de Comércio Americana – Amcham, em São Paulo, reúne os principais executivos de empresas de diversos setores. Antes do anúncio das empresas que mais se destacam, haverá um painel de discussão sobre a questão da liderança feminina nas empresas e o que deve ser feito de modo a acelerar este processo, já que, segundo o Grupo de Pesquisa em Direito e Gênero da FGV-SP, somente 8% das pessoas em cargos de liderança de companhias com capital aberto são mulheres. Se nada for feito para mudar a situação de desigualdade entre homens e mulheres no mercado de trabalho, apenas em 2058 poderia haver uma equiparação entre os salários de ambos, de acordo com o Instituto de Pesquisa para Politicas das Mulheres.

O painel será conduzido pelos executivos Helio Magalhães, presidente do Citibank, Luiz Sérgio Vieira, presidente da EY Brasil, Cristina Palmaka, presidente da SAP, Tania Cosentino, presidente da Schneider Electric, Theo Van Der Loo, presidente da Bayer, Leila Velez, do Instituto Beleza Natural e Silvia Fazio, diretora-presidente da WILL. Na sequência, André Lahóz mediará um talk show com a secretária do Tesouro Nacional, Ana Paula Vescovi, a primeira mulher a ocupar esse cargo no Brasil.

O evento tem o patrocínio do Itaú, Norton Rose Fulbright, Bayer, PepsiCo, Machado Meyer, Shell, FedEx, BRK, ArcelorMittal, e apoio da In Press Porter Novelli e da Amcham.

 

will-guia-exame-fundacao-getulio-vargas-mulheres-na-liderança-pesquisa-Research
SPONSORS