W.I.L.L. quer mais mulheres liderando empresas, com maiores salários e melhores condições de trabalho

A W.I.L.L., que também terá sedes em Nova York e Londres, tem como foco não apenas a condição profissional da mulher no Brasil, mas em toda a América Latina. “Precisamos deixar claro que há um boicote à ascensão das mulheres dentro das organizações, e que esse boicote não é criado pelas próprias mulheres”, diz Silvia Fazio. A proporção de mulheres ocupando cargos de liderança atualmente é de 14% em todo o mundo _exatamente o mesmo número do Brasil. A desproporção em relação aos homens fica clara quando levamos em conta que, segundo o último censo, o Brasil tem 96 homens para cada 100 mulheres.

Além de Silvia Fazio, fazem parte do conselho da W.I.L.L. Neila Leal (Banco do Brasil), Suzana Fagundes (ArcelorMittal), Carolina Lembo (FIESP), Ana Carolina Salles Freire (AES Energia), Ieda Gomes (Energix Strategy), Flavia Warde (Grupo Abril) e Andrea Maturano (Invest Bdridge do Brasil). Saiba mais sobre o evento de lançamento clicando aqui.

LINK: https://www.brasilpost.com.br/2014/04/10/mulheres-lideres-empresas_n_5128475.html

Leave a Reply

Your email address will not be published.